Projeto "de olho no óleo"

Escrito por Anélia Canedo.

 
Autoria: Anélia de Moraes Canedo


1- RESUMO

O PROJETO "DE OLHO NO ÓLEO visa inserir a conscientização da preservação ambiental com a simples atitude de separar em depósitos apropriados o óleo de cozinha utilizado em frituras. O projeto busca sensibilizar os moradores à respeito dos danos causados ao meio ambiente quando se lança esses resíduos gordurosos na rede de esgoto. Serão inseridas ações primeiramente educativas, palestras, distribuição de folhetos, atividades de interação com os moradores dos prédios, contando com a participação dos professores e alunos da Escola da quadra, como também contar-se-á com o atuante papel dos catadores de lixo já cadastrados no projeto de Coleta Seletiva de Lixo implantado pelo Governo do Distrito Federal. Esses catadores de lixo, organizados em cooperativas, serão capacitados para coletar e refinar o óleo para então ser entregue à Empresa XYZ.
A Empresa XyZ, é uma empresa privada que transformará óleo vegetal impróprio para consumo em biodiesel.

2- INTRODUÇÃO

O lixo é um dos problemas mais graves enfrentados pela população mundial na atualidade e a reciclagem tem ajudado e muito na melhoria não só ambiental como também social.
Cuidar do meio ambiente e gerar empregos, essa é a proposta do projeto “De olho no óleo”, juntamente com a população da região.
No Distrito Federal já existem projetos onde determinadas empresas cadastram estabelecimentos para que estes doem seu óleo usado para a confecção de sabão e outros produtos do setor de limpeza.
A intenção do projeto “De olho no olho” é atingir um público que também não sabe onde jogar o óleo utilizado em frituras e acaba jogando no ralo da pia da cozinha, com destino certo à rede de esgoto.
A primeira fase do projeto consta de um processo de conscientização, baseado em palestras, encontros, distribuição de folhetos explicativos, gincanas entre moradores, etc.
Em Brasília, cada quadra residencial é constituída de vários prédios e a maioria das quadras têm instalada em seu centro uma escola pública.
Inicialmente o trabalho será desenvolvido como os dois públicos paralelamente, moradores e educadores(Escola), visto que se pretende colocar um ponto de entrega de óleo na escola.
O projeto contará com a participação dos catadores de lixo – aproveitando o andamento do projeto da coleta seletiva de lixo que na região foi bem implantado e aceito pela população, sugerindo também a formação de cooperativas. Para a inserção desses nas cooperativas, haverá previamente uma capacitação para que realizem a coleta e o refinamento desse óleo.
Para finalizar o ciclo, todo o óleo colhido e refinado será vendido á Empresa XYZ, empresa privada responsável pela fabricação de biodiesel a partir do óleo de cozinha usado e impróprio para consumo.
A expectativa é que essa atividade gere renda para onze mil catadores. Espera-se que a coleta quinzenal de óleo salte dos 3.500 litros atuais para 30 mil litros.

3- OBJETIVOS ESPECÍFICOS

- Desenvolver na Comunidade (no âmbito residencial das Quadras - (Plano Piloto do DF - Classes média e alta), a importância da preservação do meio ambiente.
- Demonstrar a importância da Reciclagem, como é simples e fácil separar lixo e dar destino certo a eles.
- Melhorar a qualidade de vida da população que mora nos arredores, que vivem da coleta do lixo, pela redução e/ou eliminação dos problemas econômicos, sociais e ambientais com a geração de trabalho e renda para jovens e adultos da comunidade.
- Programar palestras e treinamentos específicos na área de educação ambiental nas Escolas da Quadra para transferir conhecimentos aos moradores da comunidade, aos funcionários da empresa XYZ e ao público em geral.
- Incentivar e dinamizar a interação entre Comunidade, Escola e Empresa.

4- OBJETIVO GERAL

Desenvolver na Comunidade a importância da preservação do meio ambiente.
A importância da Reciclagem, como é simples e fácil separar lixo e dar destino certo a eles.
Melhorar a qualidade de vida da população

5- JUSTIFICATIVA

Diariamente em milhões de lares brasileiros, o óleo utilizado na fritura de alimentos é jogado fora pela pia da cozinha ou no vaso sanitário. O ato muito comum, é aparentemente inofensivo. Mas os impactos ambientais são de proporções trágicas. Segundo a CAESB – Companhia de abastecimento e saneamento de Brasília, um litro de óleo pode poluir milhões de litros de água. O resíduo quando descartado incorretamente provoca danos ambientais desde seu primeiro contato com o local descartado. Se descartado no ralo da pia da cozinha, por exemplo, o óleo vai prejudicar o encanamento da casa. O fato ocorre porque o óleo gruda na sujeira dos encanamentos e começa a criar uma camada em que o acúmulo pode entupir a pia.
O mesmo processo acontece com a rede de esgoto. Segundo a CAESB, hoje esse é o maior impacto do óleo. São gerados diversos custos de manutenção da rede de esgoto devido a grandes crostas que se formam e provocam entupimentos. Para finalizar, quando o óleo chega aos rios, o impacto é grande também, já que ele se espalha sobre a água e não permite sua oxigenação, matando tudo o que há de vivo dentro dela.
Não jogar óleo em fontes de água, na rede de esgoto ou no solo é uma questão de cidadania e por isso deve ser incentivada.

6- CARACTERÍSTICAS DO PROJETO

a - Público Alvo


COMUNIDADE - Moradores das Quadras 303 e 304 Norte

Moradores: Cada quadra em Brasília tem em média 10 Blocos onde será implantado primeiramente o projeto blocos J e K da quadra 303, tem aproximadamente 120 moradores, 1 (um) sindico, 6 (seis) funcionários responsáveis pela limpeza, quatro porteiros, 4 garagistas.(PARA OS DOIS BLOCOS - o objetivo é atingir os demais blocos, chegando as demais quadras do plano piloto - asa sul e asa norte)

COMÉRCIO LOCAL - constituído de 8 restaurantes, 3 (três) lanchonetes, 2 (duas) Padarias

EMPRESA XYZ - responsável pela fabricação do biodiesel a partir do óleo vegetal impróprio para consumo, localizada na Ceilândia, área com 20.000 metros quadrados, com seus "x" funcionários, Alta Direção, Parceiros,fornecedores,Outros.
Catadores de lixo, que serão os responsáveis pela coleta do óleo, organizados em cooperativas, em número de "y"

b- Metodologia de Trabalho

Visando um processo progressivo e participativo será implementado inicialmente oficinas para que os professores interajam-se com o tema e possam repassar aos seus alunos e funcionários da escola.
Com os moradores também será feito uma prévia por questionários sobre seus conhecimentos, forma de agir diante do tema da reciclagem e por ações educativas, programas interativos, gincanas no final de semana. Trabalharemos para a obtenção de melhores resultados e alcance do objetivo proposto

c- Colaboradores

Catadores de lixo: organizados em cooperativas, em número de "x"

Escola Classe 304 Norte: - alunos, professores, funcionários

Empresa XYZ :- Alta Diretoria, Funcionários, Parceiros, Outros

Prefeitura da Quadra 303 Norte: - Prefeito da Quadra e Síndico do Bloco K - Sr....

d- Desenvolvimento do Projeto ( Processo de Atividades)

e- Recursos Necessários

A) HUMANOS:
- para divulgação do projeto: síndico do Bloco "K"; encontros com moradores no salão de festas do bloco;
- Funcionários para distribuição de folhetos explicativos;
- Síndicos dos outros blocos e funcionários para a divulgação e distribuição de folhetos;
- Prefeito da Quadra para solicitação de eventuais autorizações na Administração de Brasília;
- Escola: Diretor, Coordenador, Educadores, Funcionários da Escola; Alunos; - participação em reuniões para a implantação do projeto na escola da quadra e servir de um ponto de coleta; divulgação e colaboração;
- Catadores de lixo das Cooperativas para realização da coleta do óleo nas quadras, na escola e estabelecimentos comerciais;
- Funcionários dos Estabelecimentos comerciais cadastrados;
- motorista do carro para o transporte do óleo;

b) MATERIAIS:
- folhetos explicativos, cartazes; materiais para divulgação;
- aparelho de som, um (1)DVD, microfone, projetor, telão, notebook;
- recipientes para óleo com tampa;
- carro para transporte do óleo coletado até as cooperativas;
- camisetas para os palestrantes, educadores, coordenador do projeto etc

c) FINANCEIRO:
- recursos para confecção folhetos, cartazes, camisetas;
- recursos para combustível no carro utilizado para o transporte;
- patrocínios : (gráfica, papelaria, postos de combustíveis, malharias, comércio local), prefeitura;

CRONOLOGIA

CRONOLOGIA DE AÇÕES - metas a serem atingidas por etapas.

1ª ETAPA
- REUNIÃO COM O GRUPO
- definir a função de cada um (facilitador, redator, contatos, etc)
redação das palestras, encontros, elaboração questionários de avaliação antes, durante e depois..;
- contatos com parceiros, colaboradores, gráficas, papelarias, confecções, motorista, catadores de lixo da cooperativa;
- Marcar reunião com Síndicos dos Blocos e Prefeito da Quadra;
- Marcar reunião com Diretora da Escola da quadra;

2ª ETAPA
- Saída para contatos, requerimento de autorizações na administração da cidade...

3ª ETAPA

- Reunião com o grupo avaliação e estruturação dos próximos encontros.

4ª ETAPA

- Encontros no salão de festas do Bloco com moradores
- entrega de questionários avaliando suas atitudes, hábitos, troca de experiências
- amostras de vídeos - Processo de conscientização - vídeos explicativos e folhetos
- Explanação dos objetivos do projeto
- Explanação sobre datas de entrega do óleo, quem irá realizar a coleta; datas dos eventos que acontecerão no gramado central da quadra, explicando também os objetivos desses encontros; maior interação "com o seu vizinho".
- Palestra na escola da quadra;
- Reunião com comerciantes locais,
- Marcar data para a 1 ª entrega do óleo coletado.

APOIO BIBLIOGRÁFICO

www.triangulo.org.br/site

www.abrasel.com.br/index.php/servicos/projeto_papa_oleo/ - PROJETO PAPA ÓLEO

www.biodiesel.gov.br/

www.caesb.df.gov.br/

CAESB – Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal