Projeto desenvolvido no Ensino Médio

Escrito por Amarildo R. Ferrari.

Projeto Transdisciplinar de Educação Ambiental  para o Ensino Médio.
(Desenvolvido pelo Colégio Catarinense de Florianópolis/SC)

Tema: Projeto SC: Pluralidade Cultural e Construção da Identidade

Trabalho multidisciplinar desenvolvido no campo de preservação de meio ambiente, desenvolvimento tecnológico, problemas sociais atuais, globalização cooperativa, desenvolvimento industrial, cidadania, ética,xenofobia, políticas públicas.

PROJETO 2ª SÉRIE ENSINO MÉDIO e a aplicação da PPI ( 5 PASSOS )

O trabalho reflete uma relação dialética entre os saberes e a realidade envolvendo a práxis existente, o ideal e a relação com a natureza. Propõe uma análise sobre os espaços ocupados pelo homem,suas relações culturais, sociais, políticas que interferem no desenvolvimento econômico dependendo da maneira como o homem se organiza para a produção e distribuição de bens.

É a ação do homem que transforma o espaço territorial e as relações, formando sociedades e espaço desiguais.

O momento de elaborar e discutir o trabalho é um momento privilegiado de a escola realizar com os educandos uma reflexão do que ocorre historicamente e trabalhar pela conscientização do que pode e deve mudar ou transformar para melhor.

Para que possamos educar para a promoção da justiça fundamentada no humanismo social cristão, é preciso desenvolver um trabalho com forte base acadêmica mas preocupado também em formar valores e atitudes que busquem a transformação social.

O trabalho, desenvolvido ao longo dos 3 (três) trimestres, possibilita atender os cinco momentos preconizados pelo Paradigma Pedagógico Inaciano, já que é a filosofia inspiradora de todos os conteúdos pedagógicos trabalhados.

Por que ao longo do ano? Justifica-se pela tentativa de romper com o imediatismo, o passageiro, o sem reflexão, sem preparo e, ao mesmo tempo, possibilita traduzirmos na prática o que preconiza o PPI.

Senão, vejamos:

1º momento:

contextualizar (forma de tornar o conteúdo a ser trabalhado familiar aos aprendizes por meio de uma grande sensibilização)

  • apresentação das cidades a serem visitadas para que os alunos iniciem a pesquisa;
  • coleta de dados e preparação para a visita;
  • divulgação dos temas a serem abordados;
  • situar o aluno na realidade social que ele faz parte para poder depois comparar com outras realidades;
  • seleção de materiais, textos para leitura que conduzam aos vários temas propostos.

2º momento:

– experiência (interação entre os conteúdos x conhecimento x prática);

  • levantamento de dados das pesquisas e leituras realizadas;
  • preparação das entrevistas e da viagem
  • viagem e visita aos locais previamente estabelecidos.

3º momento:

reflexão (é o momento de dar sentido, tornando consciente algo que anteriormente ainda não discriminávamos);

  • estabelecer as relações entre os dados coletados e as informações obtidas e visitadas;
  • leituras , interpretações, análises, comparações;
  • reflexão crítica ao elaborar o trabalho e estabelecer as relações.

4º momento:

– Ação –(nova postura diante do conhecimento. É o velho re-sigfnificado) ;

  • reelaborar e/ou complementar o trabalho de pesquisa;
  • organizar com excelência acadêmica e humana (respeito aos diversos grupos) e usar de criatividade na busca do “mágis”;
  • hora de demonstrar a solidariedade e alteridade, respeitando os diferentes e as opiniões divergentes;

5º momento:

– Avaliação – (postura de avaliação e/ou observação da prática);

  • avaliação crítica das ações e pesquisas desenvolvidas pelo grupo, por cada um individualmente e por todos da sala;
  • encaminhamento de sugestões de melhorias às comunidades visitadas;
  • co-avaliação dos diversos trabalhos apresentados;

Justificativa

Levando-se em conta a proposta de se fazer uma educação capaz de primar pela excelência, o presente trabalho justifica-se pela necessidade de se conhecer e de se avaliar criticamente a realidade econômica-política e social de Santa Catarina, a fim de se desenvolver atividades culturais que possibilitem aos educandos a construção, aplicação, resignificação e análise dos valores aprendidos para a construção da cidadania.

É preciso ter em conta que educar para a cidadania deve estimular o educando a ter uma atitude crítica permanente tendo como limite apenas o respeito à democracia, aos direitos humanos e ao necessário cumprimento da lei.

Educar para uma cidadania multicultural é um enorrme desafio aos professores e, também, uma estratégia poderosa para melhorar a convivência e o respeito mútuo em nossa sociedade.

Não basta preservar o meio ambiente e corrigir os abusos cometidos o mais importante é formar novos cidadãos, conscientes de sua responsabilidade na mudança de mentalidade e nas práticas. É preciso preparar o aluno para que saiba enfrentar uma situação-problema com capacidade de resumir idéias e propor sugestões criativas de mudanças com capacidade argumentativa, não deixando de respeitar todas as culturas com ética e responsabilidade.

Objetivo Geral

Sensibilizar e conscientizar o corpo discente da 2ª série do Ensino Médio quanto à complexibilidade das questões que envolvem a administração de uma cidade e nosso papel enquanto cidadãos responsáveis e interessados e atuar de forma positiva possibilitando o repensar de algumas ações públicas e privadas com vistas ao bem estar da coletividade e preservação do meio ambiente às futuras gerações;

Municípios a serem visitados e professores responsáveis

2ª A- - Pomerode - Professor Coelho

2 ªB - Joinville - Professor Pedro

2ª C - Jaraguá do Sul - Professora Maria Aparecida Heith

2ª D - Tubarão - Professsora Cristiane Milles

2ª E - Blumenau - Professora Lúcia

2ª F - São João Batista e Nova Trento - Professora Vera

Orientação para pesquisa prévia

  • aspectos físicos: localização área – relevo;
  • principais colonizadores;
  • aspectos culturais, folclore;
  • setores da economia – principais produtos da região, exportação;
  • nome do prefeito ( principais políticos da região);
  • pontos turísticos;
  • aspectos humano – número de habitantes na região;
  • curiosidades sobre a região.
  • Bibliografia: mínimo de 4 e máximo 10 folhas; digitado, com fonte 11 ou 12.

Data da viagem dia 23/04/ 2008

Matemática - Compilação, análise de dados e elaboração de gráficos estatísticos com explicações detalhadas de leitura dos mesmos.

Química Indústrias e estudos do Meio Ambiente: água(do manancial até as casas), tratamento do lixo e quais as alternativas significativas que o município está propondo e executando para dificultar o aquecimento global. O que está dando certo no município que propicie um desenvolvimento sustentável.

História - Paralelo da História do Brasil e SC com destaque para os períodos de imigração e suas contribuições

Geografia - Características Geopolíticas – Cidadania – Turismo - Paralelo entre os aspectos físicos dos municípios visitados e degradação ambiental (paralelo com as industrias visitadas).

Física e Laboratório de Física - Avanços tecnológicos com destaque para Engenharia Elétrica/Mecânica - indústria pesada /Física Moderna/ Ações empreendedoras- Respeito ao meio ambiente

Biologia e Educação Física – Bio-ética/Cidadania Planetária-integridade humana e planetária- Políticas Públicas voltadas à saúde- lixo hospitalar- legislação pertinente- Direitos do cidadão

Filosofia - Ética – ética das ações governamentais- Política Públicas voltadas ao cidadão, ao idoso, às crianças Papel do Judiciário- Juizado de pequenas causas Procon– consciência social...

Português - pesquisa sobre os elementos culturais da região visitada, envolvendo danças e comidas tipicas, autores e ou artistas regionais, folclore, Teatros,Museus...

Etapas - Estratégias

Passos realizados a seguir

  1. Preparação prévia dos alunos incluindo orientações sobre trabalho científico, como fazer entrevistas,como gravar, filmar, etc...;
  2. Pesquisa prévia sobre o município visitado estimulado pelo professor, na intenção de preparar o estudante para a valorização dos elementos da natureza e a análise das transformações do espaço causadas pelo homem. Segue esquema:
  3. Contato com as prefeituras, encaminhamento dos ofícios/ preparação do roteiro e levantamento das questões para entrevistas pelos alunos
  4. visita a municípios catarinenses;
  5. compilação do material trazido sobre a cidade, entrevistas realizadas, relatórios sobre as visitas efetivadas, comentários sobre a indústria visitada,debates em sala;
  6. pesquisa complementar orientada pelo professor;
  7. organização do trabalho; orientação pelo professor em sala;
  8. entrega do material escrito e/ou digitado na Coordenação, até o dia 04 de julho, das 07h30min às 18horas, impreterivelmente.
  9. revisão do professor responsável;
  10. devolução do material escrito e/ou digitado,para que os alunos possam melhorar as observações, orientações e sugestões dos Professores, do dia 04 á 08 de agosto. Cada Equipe deverá entregar ao Professor Orientador do trabalho;
  11. apresentação em forma de Seminário às demais turmas da 2ª série, organizadas em 2 grandes grupos: turmas ABF e turmas CDE;
  12. entrega de todo material áudio visual realizado pela turma;
  13. compilação de todos os trabalhos organizando um documentário em DVD, de 20 minutos para ser apresentados na semana cultural;
  14. alunos reapresentam os trabalhos para as turmas de 7º e 8º ano durante a semana cultural.

DATA FINAL DA ENTREGA DO TRABALHO NA COORDENAÇÃO, DIA 12 DE SETEMBRO, DAS 07H30MIN. ÀS 18HORAS, IMPRETERIVELMENTE.